quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Santiago do Chile - Valle Nevado

Eu e Thaisa acordamos cedinho para aguardar a agência de turismo para nos levar ao Valle Nevado. Estávamos em janeiro, verão lindo e com certeza vocês irão me perguntar o que fui fazer no Valle Nevado em uma época em que não tem neve??? Pois é, me fiz essa mesma pergunta, mas como estávamos em Santiago, precisaríamos conhecer tudo o que fosse possível!

Veio uma van nos buscar para irmos à agência para nos juntarmos com os outros turistas. Quando fecharam o grupo, percebemos que estávamos praticamente no Brasil, pois só tinham brasileiros! Minto, além do guia e do motorista chilenos, tinha um cara que não sei até hoje de onde ele era, China, Coréia do Sul, Japão, algum país asiático. E como muitos orientais, era bem tranquilo, na dele, super de boa.

Já na van nós brasileiros nos divertimos muito. Nosso guia chamava-se Ariel. Pois é gente, não era a pequena sereia, mas sim um cara simplesmente sensacional, super bacana e que falava um bom portunhol!

Nessa turma, além de mim e da Thaisa, havia uma família linda! Jessie (a mãe), Marco (o pai) e Maria Clara (a filha), família super simpática e divertida! E tinha também dois irmãos mineirinhos que fizeram parte dessa viagem maravilhosa! Mariana e Fernando! Como todo mineiro, tranquilos, divertidos e simpatia pura!

No meio de muita piada, diversão e promessas de caipirinhas feitas pela Jessie e seu marido, subíamos de van por uma estrada bem sinuosa e perigosa, mas com um visual lindo!

A caminho do Valle Nevado
Fizemos uma parada para contemplar o visual e admirar também alguns artesanatos locais.

Paradinha básica para ver artesanatos
Chegando no tão famoso e imponente hotel que fica no Valle Nevado, com certeza deve ser super caríssimo, admiramos tudo o que estava ao nosso redor!

Deve ser baratinho ficar aí!

Bem imponente!
Mesmo estando no verão, lá fazia um frio danado! E eu não estava tão preparada assim! Decidimos subir no teleférico para chegar quase ao topo da montanha, onde as pessoas esquiam (quando há neve, é claro!) para ter uma vista ainda mais bela. E como batia um vento muito forte, Ariel nos indicou comprar algo que não sei ao certo o nome, mas que poderia usar de várias formas, para cobrir a cabeça, o rosto, quiçá o pescoço. Um tecido um pouco elástico que nos dá diversas possibilidades de uso.
Decidimos usar da maneira mais básica possível. Ficamos engraçadíssimas! hahahahah...Look super moderno!

Felicidade pouca!

Novo Visual!
Tivemos que caminhar um pouquinho até chegar ao teleférico e passamos por algumas situações engraçadas, pois a cada passo, escorregávamos muito devido as pedrinhas soltas que encontravam-se no chão. Adrenalina total já no começo. Com neve deve ser um pouco melhor.

Na subida dividimos a turma em duplas, eu e Thaisa, Fernando e Mariana, Jessie e Marco, Maria Clara e Ariel. Alguns devem se perguntar, mas onde está o asiático? Pois é, ele simplesmente decidiu não subir, preferiu ficar curtindo o visual de baixo mesmo. Na verdade acho que pra ele estava um pouco incômodo, já que ele não entendia nem português e nem espanhol.

Rezando pra ser confiável!

Parceiras de Passeios! Eu e Thaisa
O visual daquele lugar é impressionante! Dia lindo, com montanhas e mais montanhas para apreciar! Fiquei viajando no pensamento e tentando imaginar como aquilo tudo ficaria com neve, muita neve! Deve ser lindo de morrer!

Vale muito a pena!
Descemos do teleférico e a cada passo minha vista se confundia com tamanha beleza. E quando achávamos que não tinha mais nada para apreciar, avistamos de longe um pequeno lago esverdeado que dava um charme a mais à paisagem. Decidimos caminhar de encontro ao lago, o mais perto que podíamos chegar.

Preciso dizer algo?

Lindo lago esverdeado

Nosso guia Ariel
A cada passo encontrávamos mini flores pelo caminho, surgindo daquele solo arenoso. A natureza dando o ar da graça e mostrando que é forte o suficiente para sobreviver diante de qualquer situação.

Mini flores

Lindo!

Amei!

Felicidade pura!

Ótima turma!

Céu maravilhoso!
Após enchermos os olhos com tanta beleza e os ouvidos com tanto papo e diversão, decidimos regressar. Dessa vez Ariel veio conosco no teleférico e Maria Clara com seus pais para que eles pudessem compartir esse momento em família.

Nos preparando para a chegada da nossa cadeirinha!


Trio parada dura!

Mariana e Fernando

O mundo aos nossos pés!

Fantástico

Família linda! Jessie, Marco e Maria Clara

Muito frio!

 Após curtir um pouco do Valle Nevado, a fome começou a bater. No retorno, fazia parte do passeio parar em um restaurante que fica no Hotel Farellones para almoçarmos.


Mi Chile querido!

No restaurante optei por algo mais quente, uma sopa de mariscos. Tem o sabor forte, bem temperada, e que é uma delícia, vale a pena experimentar. Alguns optaram pelo famoso ceviche! Outra ótima pedida.

Sopa de mariscos

Turma completa, inclusive com o asiático!

Ao retornarmos ao hostel, ganhamos da agência uma garrafa de vinho e um ingresso para entrada grátis em uma balada com direito a champagne! É claro que iríamos utilizá-lo! Ir para Santiago e não curtir uma balada, não rola né?

Mas decidimos optar para irmos em uma outra noite, já que o cansaço bateu forte!

Dica do dia, vale muito a pena conhecer Valle Nevado, mesmo sem neve!

Resumo do dia, linda paisagem, novos amigos e muita diversão!

Até o próximo post!