segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

San Pedro de Atacama - Último dia no paraíso!

Depois de uma noite muito especial, admirando o céu de Atacama, onde eu pude respirar profundamente e me entregar ao céu mais lindo que já vi em toda a minha vida, inicia-se o último dia nessa primeira etapa que passei no paraíso chamado San Pedro de Atacama!

Com a manhã livre para fazermos o que quiséssemos, eu e Ana decidimos alugar bike's e nos aventurarmos por San Pedro. O dia como todos os outros amanheceu com um céu tão azul que me indicaria que esse seria mais um dia sensacional!

Início do Passeio de bike - Garganta Del Diablo
Alugamos as bike's e o dono nos deu um mapa para irmos até a Garganta del Diablo. Só pelo nome já me deu calafrios! Eu como sou completamente perdida e fora de órbita, tentei ler o mapa e imagina, me confundi toda! 

Caminho
Mas para nossa sorte, dois cachorros grandes, lindos, amáveis e muito simpáticos foram nos guiando. Imaginem só, eles simplesmente nos adotaram!!! No caminho sempre parávamos para tentar decifrar o mapa, e ambos os cachorros paravam e aguardavam a gente tomar uma decisão e seguir em frente. Sempre que tinha uma bifurcação, olhávamos o mapa, olhávamos uma para a cara da outra e estava estampado em nossa testa que havia muita indecisão de pra onde seguir. Até que os cahorros pararam, nos olharam e um deles latiu para nós e entendemos que era para os seguirmos. Decidimos confiar nos lindos "perros" e entregar à Deus, ou melhor, aos anjos de quatro patas que estavam nos guiando...

Anjos de quatro patas

Selfie básica!
O mais engraçado é que carros ou qualquer pessoa que chegasse perto de nós, os cachorros avançavam! Ganhamos dois lindos guarda-costas, melhores do que o da Whitney Houston!!!

Conforme avançávamos, íamos admirando aquela imensidão de lindas paisagens! Quando não aguentávamos, parávamos para comer, beber um pouco de água e claro, fazer mais uma selfie! hahahaha

Selfie!!!

Selfie!!!

Aproveitando as poucas sombras que apareciam no caminho!

Obrigada Deus!

Como todos os dias em San Pedro de Atacama, ganhamos mais amigos, só que dessa vez um pouco diferentes dos que estávamos acostumados a conhecer e os mais fiéis que podíamos imaginar!

Dando uma recompensa aos anjos! Sombra e comida!

Parada para o descanso
Depois de fazer muito exercício debaixo de um sol escaldante, decidimos regressar ao povoado para descansar um pouco, afinal de contas não é sempre que andamos de bike em pleno deserto!

Nos despedimos de nossos mais novos amigos e nos preparamos para nosso último passeio.

Dessa vez decidimos relaxar o corpo e a mente, pois somos de carne e osso!
Fomos curtir a tarde nas Termas de Puritama, na língua indígena significa "águas quentes" e fica aproximadamente 30 km do povoado de San Pedro e a 3.475 metros acima do nível do mar. Ou seja, um lugar realmente para descansar.

Uma delícia!
Termas de Puritama possui 8 piscinas termais, com águas deliciosamente mornas, onde pudemos descansar e revitalizar nosso corpo e nossa alma!

Pode vir que tá quentinha!

Valeu cada segundo! Realmente, saímos de lá revigoradas!

Obrigada Ana por estar ao meu lado em quase todos os momentos!

E como não podia faltar, fomos curtir nossa última noite no tão amado e idolatrado por essa aqui que vos fala/escreve, Bar Barros!

Curtimos a noite com amigos e a banda mais divertida que conheci Ckachi Ckausama!
Noite de despedida, misturada com amor, alegria, música e tristeza de ter que deixar esse lugar tão mágico!

Ckachi Ckausama
Em resumo essa viagem a San Pedro de Atacama, despertou o meu melhor. Pude ser eu mesma, sem ter que me adaptar a padrões da sociedade. Lá pude mostrar 100% do que sou, e o melhor de tudo é que pude perceber que faço bem as pessoas, que consigo transmitir muita alegria com meu jeito de ser!

Foi uma viagem sem luxos, onde pude me entregar a simplicidade da vida. E isso me fez muito bem!

Fiz novos verdadeiros e eternos amigos, construí uma história, dei um pedacinho de mim a cada pessoa que conheci, e com certeza, pude trazer um pedacinho de cada lugar e de cada pessoa que compartilhou momentos especiais ao meu lado.

Lá descobri o verdadeiro significado da palavra amor.

Não poderia encerrar os posts dessa viagem sem agradecer do fundo do meu coração a cada pessoa que conheci.
Mary, Ana, Léo, Carlos, João, Diego, Martin, Francisco, Ricardo Giler, banda Ckachi Ckausama, Paz, Ivan, Morgan, Jo Jo, Carlos Chileno, Hostel Campo Base e a todos os guias deixo aqui o meu sincero e mais profundo Obrigada!

Vocês foram muito importantes para que cada minuto se tornasse especial!

Pessoas especiais!
Aos leitores, aguardem que logo logo criarei novos posts das outras viagens que fiz! E que venham muitas e muitas viagens a todos, pois viajar é transcender além da nossa imaginação, é transformar sonho em realidade, é conhecer novas culturas, novos amigos, novos amores e tornarmos pessoas melhores!